Canção pra hipocrisia


(Divulgada pelo professor Jonas Tarcísio Reis)
...
As panelas silenciaram.
Acabou a corrupção.
Silêncio na Padre Chagas,
indiferença no Parcão.
E na Praça da Encol
nem sinal da seleção.
Nas coberturas, silêncio,
não se fala em sonegação
“caixa dois nunca foi crime”
e o Geddel é um fanfarrão.
Pra tudo tem um jeitinho
anistia, repatriação
tem o judiciário parceiro
tem emenda e acordão
Só não pode incomodar,
Nesse caso, tem prisão.
Mas e a turma do polo lacoste
cadê a indignação?
As panelas silenciaram
Acabou a corrupção.
Silêncio na Padre Chagas
Indiferença no Parcão
Só em Brasília, barulho
A cada nova delação:
Padilha, Calheiros, Jucá
e o Temer, velho babão,
um golpe dentro do golpe
é a causa da apreensão.
Mas e a turma do pixuleco,
cadê a indignação?
E as panelas?
Silenciaram
Zero Hora é um panfletão
Servidor é vagabundo
Professor é chinelão
Estudante é baderneiro
Atirem bombas na ocupação
E o Sartori que venda tudo
no Estado em liquidação.
já elegemos o Dória
e o prefeito Marquezão
só tá faltando o Bolsomito
pra instaurar o paredão
pra puta, preto, pra pobre,
índio, gay e sapatão,
pra essa gente que não presta
tem que armar o cidadão
com deus, pela pátria e família
e a volta da inquisição.
Mas e a turma do pato gigante,
cadê a indignação?
As panelas silenciaram
Acabou a corrupção.
A Dilma pagou por eles
Que perderam a eleição
Que possuem ódio de classe
Que rasgaram a constituição
E agora se locupletam
No estado de exceção.

O KEFIR e Seus Benefícios

O KEFIR é um complemento e enriquecedor alimentar probiótico, com valores e empregos terapêuticos de relevante abrangência que vão além do mero uso na alimentação básica. Consiste em um conjunto de microorganismos vivos que condicionam uma cadeia de simbiose ente si e as células do organismo humano. São amigos da vida humana e grande aliados no combate de um número amplo de enfermidades e disfunções.

Possuem a aparência de “grãos” que variam de tamanho, aproximadamente 3 a 7 milímetros e de textura plástica, opaca, ligeiramente transparente que pode ser de coloração branca ou amarelada. 

 Atribui-se ao uso diário do kefir a famosa longevidade e saúde dos habitantes das montanhas russas do Cáucaso que são os únicos a alcançarem a idade de até 120 anos gozando de total saúde.


É conhecido também como um elemento da ecologia corpórea por promover um eco sistema orgânico dentro do corpo com total equilíbrio. Seu emprego diário alimentar e terapêutico varia em quantidade de acordo com a finalidade e especificação. Não possui efeitos colaterais nem desenvolve intolerância, pode ser consumido em veículo líquido, água, sucos, leite de vaca, cabra, búfala, ovelha, leite de coco, de soja, queijos e receitas culinárias. Há vinagres balsâmicos e comuns desenvolvidos a partir da cultura do kefir. Crianças com intolerância ao leite comum podem assimilar o kefir lácteo e por ser algo caseiro é inúmeras vezes mais barato do que as alternativas à venda.

É chamado de matriz os grãos que formam o produto a ser consumido, o resultado da inoculação por grãos de kefir pode ser chamado de cultura mãe, também serve para obter a inoculação de leite e sucos, há uma diferença grande entre os grãos de kefir e a fermentação derivada de seu produto. Esta última não é capaz de produzir a chamada isca para um novo kefir ou produto.


MODO DE PREPARO DO KEFIR: Kefir pode ser preparado com água ou leite. Para o uso de apoio em terapias emprega-se uma quantidade maior do que como complemento na alimentação básica e para tal a água é mais indicado.

EM ÁGUA
Adicione de 2 a 4 colheres de sopa com grãos de kefir em um litro de água mineral. Coloque 3 colheres de sopa de açúcar mascavo, rapadura moída (rapadura só em caso de encontrar outros produtos, ela pode degenerar a cultura), ou melado de cana. Mantenha uma boa higiene no preparo. O recipiente pode ser de vidro, inox, ou plástico de boa qualidade. Tampe o recipiente para evitar a presença de impurezas, ciscos, poeira e insetos, mas deixe uma saída de ar, pois na fermentação haverá a expansão de gás carbônico e se for hermeticamente fechado poderá explodir, cubra com pano e prenda-o com um elástico. Deixe em temperatura ambiente durante 10 a 40 horas, lembre que os dias mais quentes aceleram a cultura e os dias frios retardam. Dependendo da finalidade ou gosto o tempo de fermentação da cultura varia.

Coe e armazene em recipiente igual ao anterior. Nunca utilize alumínio em nenhuma das etapas. Os grãos se multiplicam com rapidez e devem ser reaproveitados para uma nova cultura após terem sido lavados em abundante água corrente e utilizados para a importante disseminação comunitária, lembre-se de sua preciosidade. Os grãos possuem valor individual, familiar e coletivo, são bons para nos ajudar individualmente e coletivamente.
Os grãos que ficarem estacionados na superfície são matéria morta e devem ser descartados.

NO LEITE: 
O procedimento é igual ao da água, com a diferença de que o leite deve ser morno ao iniciar a cultura. Leite pasteurizado pode ser empregado. É aconselhável que se tenha sempre em mãos uma cultura na água também, pois o leite é um produto que vem sendo adulterado com substâncias químicas desde a alimentação da vaca até o seu acondicionamento e com o tempo a cultura de kefir pode sofrer alterações. 
Não há necessidade de se adicionar açúcar mascavo ou equivalente ao leite, ele já tem o seu açúcar próprio que conhecido pelo nome de lactose. A lactose é consumida e transformada pela cultura e torna o leite enriquecido e assimilável por aqueles que possuem intolerância à lactose, adultos e crianças até da mais tenra idade, como bebes, por exemplo. O sabor é muito palatável.


Utensílios

Para cultivar os grãos de kefir você vai precisar de:
  • Peneira de plástico
  • Vasilha de plástico ou vidro para cultivar
  • Recipiente com tampa para guardar o kefir bebida na geladeira

Não utilize nada de metal para tocar nos grãos, exceto aço inoxidável. Os grãos são sensíveis a maioria dos metais.


MODO DE CONSUMO DO KEFIR: 

Tem uso interno e externo. 

O uso externo é indicado para problemas cutâneos como acne com incrível eficácia e para a manutenção e regeneração da pele. 
No uso contínuo e diário, com 300ml a 500ml (meio litro) já se consegue bons resultados e benefícios. 
Para a maioria dos empregos terapêuticos aconselha-se a ingestão de kefir feito com água na quantidade aproximada de 1 litro por dia e dois litros em casos graves de anemia e para uma intensa desintoxicação orgânica. 
É recomendada a ingestão diurna do kefir, após o por do Sol a interação química com o corpo não é das melhores e deve ser evitada. Não comemos os grãos de kefir, mas sim ingerimos a parte líquida de fermentação da cultura. Pode ser refrigerado, misturado na base de 50% nos sucos de frutas. Kefir com mel e guaraná em pó é um tônico geral maravilhoso. Os produtos lácteos do kefir podem ser adicionados a frutas, utilizados em receitas variadas, mas sempre consumido cru. O uso de chás medicinais para a fermentação desta cultura traz bons resultados.

Dependendo do tempo de fermentação, o quefir promoveria diferentes reações no intestino:

  •  Com 12 horas, agiria como laxante,
  •  fermentado por 36 horas normalizaria o intestino ,
  • e com mais de 48 horas de fermentação curaria diarréias.

Sabor

A acidez (pH) do seu kefir bebida, vai depender de dois fatores:

  1. Tempo de fermentação do leite, que poderá variar de 6 a 24 horas. Quanto mais tempo o leite ficar fermentando, mais ácido será o seu kefir bebida. Há relatos de pessoas que deixaram o leite fermentar por até 3 dias. Os grãos não morrem, mas o kefir bebida fica extremamente ácido.
  2. Outro fator é a quantidade de leite. Se for colocado pouco leite em relação a quantidade de grãos, seu kefir bebida também ficará mais ácido. Conforme seus grãos forem aumentando, você vai precisar aumentar a quantidade de leite.
Com o uso, você mesmo vai descobrir o tempo ideal de fermentação de acordo com o seu paladar.

ARMAZENAMENTO:

Após coado, o líquido resultante da fermentação da cultura deve ser conservado em refrigeração, mesmo quando consumido na forma de queijos. A duração de seus produtos vai até no máximo três dias, mesmo sob refrigeração. Os grãos, após lavados e secados devidamente à sombra em temperatura ambiente, podem ser mantidos refrigerados a 4°C ou liofilizados por congelamento. 

BENEFÍCIOS DIETÉTICOS E TERAPÊUTICOS: 

O kefir é tido como um ótimo regulador do peso. A associação simultânea de kefir com jejum é um desastre, o kefir atua como um enzimático poderoso e acentua amplamente o anabolismo, ou seja a assimilação de nutrientes, isto faz com que seja necessária a utilização de comida normalmente. 
Para os que gostam de jejuar o uso nos dias de jejum pode ser suspenso. Se alimentar só de kefir é uma atitude errada e contra indicada. Um grande restaurador da vitalidade e da disposição física, mental e emocional é o nosso amigo kefir.
Se diz que o kefir é uma bênção para o nosso século porque é um auxiliar vital e importante contra diversos tipos de disfunções e moléstias que são típicas de nossos dias, por exemplo: 
  • Ajuda a combater os males contraídos por irradiações, exposições a monitores de vídeo, na desintoxicação de poluentes tóxicos, etc. 
  • Combate distúrbios nervosos, a ansiedade e a insônia, reduz o colesterol e regulariza a digestão, restaura rapidamente a micro flora intestinal, ótimo para quem se submeteu a longos tratamentos com antibióticos. Na Rússia e na Alemanha o uso em hospitais psiquiátricos tem obtido nobre respeito. Promove uma absorção orgânica muito maior de sais minerais e vitaminas, principalmente a vitamina B12, ajudando nos problemas de desnutrição. Auxilia a absorção de proteínas.
  • Tem sido usado no tratamento de pacientes que sofrem de AIDS. Aumenta a imunidade em grande escala. 
  • Tem colaborado no tratamento de herpes, câncer e síndrome de fadiga crônica. 
  • O uso regular de kefir pode ajudar a remover todo tipo de desordem do aparelho digestivo. A purificação orgânica que promove auxilia a obtenção de um eco sistema interno perfeito para a saúde e para a longevidade.
  •  O kefir de 12 horas de fermentação produz efeito laxativo no intestino e o de 40 horas de fermentação prende o intestino.

Kefir pode ser usado nos seguintes casos:
  •  Desequilíbrios emocionais e de origem nervosa.
  •  Erupções cutâneas.
  •  Problemas renais e da bexiga.
  •  Anemias. 
  • Problemas respiratórios.
  •  Alergias.
  •  Disfunções hepáticas.
  • Diarréia. 
  • Prisão de ventre.
  • Problemas cardio-vasculares (infarto e arteriosclerose).
  • Reumatismos e  L.E.R.
  • Tumores. 
  • Doenças do estômago, úlceras pépticas e duodenais, gastrite. Digestivo, não produz intolerância ou efeitos colaterais.
  •  Em doenças graves e prolongadas deve ser tomado abundantemente três vezes ao dia meio litro por vez.
  • JUNÇÕES: Alivia reumatismo, artrite, tira dor de extremidades musculares;
  • CABEÇA: Mantém a cabeça saúdavel, livre de dores e enxaquecas;
  • CÂNCER: Impede o aparecimento e cura em alguns casos (principalmente o de pele);
  • FÍGADO:Melhora suas funções, amolece o fígado duro e resolve problemas de vesícula;
  • CORAÇÃO: Alivia e melhora doenças cardíacas;
  • MÚSCULOS: Alivia músculos endurecidos e relaxa o músculo da nuca;
  • NERVOS: Cura dores, insônia e tontura;
  • OBESIDADE: Cura obesidade, queimando gorduras (melhora a tireóide);
  • OLHOS: Reabilita a potência e elimina a catarata;
  • CABELO: Reafirma a cor original; evita a calvície;
  • PULMÕES:Fortifica, cura bronquite, asma e elimina a tosse;
  • RINS: Cura suas enfermidades, melhora a urina e diminui cálculos renais;
  • SANGUE: Baixa o colesterol, amacia as veias e artérias duras, cura alguns tipos de diabetes, diminui a hipertensão e cura hemorróidas;
  • Excesso de peso: atuando como um enzimático poderoso, acentua amplamente o anabolismo, ou seja a assimilação de nutrientes e por provocar um equilíbrio geral do organismo, provoca uma sensação agradável de saciedade, que reduz o hábito de comer por compulsão, depressão ou ansiedade. Também já está provado que as melhores dietas são aquelas em que a pessoa se alimenta várias vezes durante o dia, em pequenas quantidades. O kefir, especialmente o de leite, pode ser usado nestes pequenos "lanchinhos", substituindo outros alimentos mais calóricos, mesmo quando batido com frutas e cereais, desde que se evite o uso de açúcar ou mel. Porém, a associação simultânea de kefir com jejum não é recomendada e para os que gostam de jejuar o uso nos dias de jejum pode ser suspenso. Se alimentar só de kefir é uma atitude errada e contra indicada.


Para praticantes de yoga o seu consumo de até meio litro antes das práticas é recomendado. O uso prolongado auxilia na concentração mental. Os efeitos terapêuticos e espirituais da yoga e do kefir acentuam-se quando combinados. O corpo sutil energético de ser humano, os chakras e nadis, ou meridianos são regularizados e harmonizados, ganhando um efeito tonificante. O odor do corpo muda para melhor e o magnetismo pessoal é aumentado. Por beneficiar o chakra do plexo solar (manipur) o praticante adquire prosperidade acentuada e muita saúde, física, mental e emocional. 
O condicionamento físico é aumentado. Os benefícios de se consumir kefir diariamente são incalculáveis!
Para bebes a sua colaboração no desenvolvimento de um aparelho digestivo saudável é vital. Kefir é rico em vitamina B12, B1 e vitamina K. É uma fonte excelente de biotina, a vitamina B que aumenta a assimilação das outras vitaminas do complexo B.

INICIANDO O USO DO KEFIR-

Não comece com quantidades elevadas. 
Experimente meio copo, uns 100ml, no primeiro dia e veja como se sente neste dia, avalie a sua aceitação digestiva no dia seguinte e só aumente a quantidade aos poucos e gradativamente, em um mês já se pode ingerir um litro e assim aumente mais aos poucos, conforme a sua finalidade. 
O aumento excessivo de gases intestinais é indício de dose muito elevada.
 As vezes um mês sem kefir pode ser bom para esperar um melhor momento orgânico para eliminar efeitos de gases persistentes. 
Bom senso e auto observação a alterações radicais no corpo devem ser levados em conta.

Cuidados importantes para a vida do seu kefir

  • Toda vez que for coar o leite do kefir, lave com detergente neutro e enxágue muito bem o recipiente de cultivo. Tenha o cuidado de retirar o sabão por completo antes de devolver os grãos ao recipiente.
  • É importante não lavar seu Kefir com água. A água pode matar os grãos, pois retira o gel que há neles (kefiran). Caso os grãos estejam muito "pastosos", utilize um pouco de leite para enxaguá-los. Depois disso, este leite poderá ser consumido também.
  • Devolva os grãos ao recipiente de cultivo e coloque mais leite novo até que os grãos fiquem boiando. Imagine que eles são como peixinhos num aquário e precisam de espaço para se desenvolver.
  • Cubra o recipiente com um pano de prato limpo ou voal para evitar que insetos e poeira contaminem seu cultivo. Pode utilizar a tampa do próprio recipiente, não tem problema tampar o kefir.
  • A mosquinha da fruta, também chamada de mosquinha da banana (Drosophila melanogaster), é o inseto que mais oferece perigo ao seu cultivo de kefir, por isso evite deixar o recipiente perto de fruteiras. A mosquinha não mata os grãos de Kefir, mas ela deposita ovos minúsculos, impossibilitando de serem separados dos grãos. Devido a esta contaminação, é muito provável que você perca todo o seu cultivo, inclusive os grãos!
  • Se você precisar viajar por alguns dias ou chegar a época em que sua produção de kefir bebida aumentar a ponto de você não conseguir consumir, ou não conseguir doar os grãos excedentes, proceda deste modo: Coloque o recipiente de cultivo onde estão os grãos com leite novo na geladeira. Isso irá diminuir o desenvolvimento dos grãos e retardar a fermentação do leite. Troque o leite de cultivo da geladeira no mínimo uma vez por mês, descartando o leite velho e colocando um novo, sempre devolvendo o recipiente à geladeira. E quando quiser retomar a produção, é só descartar o leite velho e colocar um novo e deixar fermentar em temperatura ambiente.
  • Para evitar acidentes, principalmente se estiver utilizando vidro, mantenha o recipiente de cultivo longe do alcance de crianças e animais, prefira lugares altos.


Armazenamento no freezer ou congelador

Os grãos de Kefir não morrem se congelados. Isso pode ser útil para realizar um "estoque de segurança", se acaso sua colônia venha a sofrer algum acidente.
Não é necessário lavar os grãos antes do congelamento, basta coá-los e levá-los para congelar.
É aconselhado congelar o Kefir em pequenas porções, pois assim não será necessário "quebrar" um bloco grande já congelado caso necessite de apenas um pouco.
Duas boas maneiras de congelar os grãos:
  • Armazenar uma porção dos grãos em saquinhos plásticos individuais etiquetados com o nome do conteúdo e a data de congelamento, fechando a boca do saquinho dando um nó.
  • Utilizar uma forminha de gelo para fazer "cubinhos" de grãos congelados. Enche-se cada compartimento da forma com grãos de Kefir, e após congelados pode-se desenformar e guardar em um recipiente tampado e etiquetado com o nome do conteúdo e data de congelamento.
É importante etiquetar as embalagens para evitar que o seu Kefir seja confundido com outra coisa e acabe indo para o lixo por engano.
O congelamento também é muito útil caso você tenha uma quantidade muito grande de grãos e não tenha a quem doar. Com a diminuição da colônia, reduz-se a quantidade de leite do cultivo.
Para descongelar, basta colocar os grãos ainda congelados no leite em temperatura ambiente ou mesmo gelado, e aguardar o período de fermentação fora da geladeira. Importante: Não descongele os grãos no microondas ou em líquidos quentes! Temperaturas acima de 40/50ºC podem matar o Kefir.


Doação

Sempre que tiver grãos sobrando, o melhor mesmo é optar por doações. Tem muita gente que quer o kefir.


Onde conseguir:


Indico a pesquisa no google por  doadores, no  facebook  tem diversos grupos, iguais  a este de Porto Alegre:

https://www.facebook.com/groups/583651865104777


fonte de pesquisa: google



Otimizando pesquisa no Google


Otimizando sua pesquisa

Você pode otimizar suas pesquisas usando operadores 
(+ e -) :palavra +palavra2: procurará páginas que contenham palavra e palavra2;palavra -palavra2: mostrará páginas que tenham a palavra, mas que não tenha palavra2 (não dê espaço antes do segundo termo);

É possível combinar as operações. Por exemplo, 
palavra + palavra2 -palavra3.
Pesquisando pela frase exata

Se você digitar a frase 
blog do professor vaz, o Google mostrará páginas que tenham as palavras blog, do, professor, vaz, mesmo que não esteja nesta ordem. Para procurar a frase exata, digite-a entre aspas: "blog do professor vaz".
Dicionário

É possível usar o Google como dicionário. Para isso, digite a palavra define, seguida de : (sinal de dois pontos) mais o termo. Por exemplo, suponha que você queira saber o que é ESD. Então, no Google, digite:
define: ESD 

Agora, é só ver o significado.
Procurar dentro de um site específico

Alguns sites não oferecem ferramentas de busca. Se o site não tiver uma caixa de busca do Google embutida, você pode simplesmente ir até o buscador e acrescentar aos termos “site:domínio.com”.

Exemplo: 
“eletricidade” site:wikipedia.org 
Palavras similares ou sinônimos

Você pode ampliar a sua busca usando um operador específico, no caso o til 
“~” para fazer com que o Google busque não apenas o termo que você digitou, mas também palavras relacionadas.

Exemplo:
 ~equação
Tipos específicos de arquivos – muito útil quando você precisa de estudo em PDF, ou até mesmo para procurar aquela apresentação que você soube que foi publicada em PPT na internet e você acha interessante assistir.

Exemplo: 
“equação" filetype:ppt

Você pode também usar a "Pesquisa avançada" mas, depois de já ter me acostumado com esses macetes, acabo ganhando mais tempo assim.

Espero ter ajudado.
Baixe o e-book Segredos do Google e aprenda muitos outros truques!

Matéria lida no Blog do  Professor Vaz: http://www.professorvaz.co.cc/2007/03/dicas-de-pesquisa-no-google.html

Informação do Governo Sartorio sobre a divida é " Falsa e Manipulatório", conforme ex-Governador Tarso Genro



Estava em silêncio, observando as soluções "simples" do Governo atual, mas sou obrigado a me manifestar pontualmente sobre a informação que o Governo Estadual fez circular, sustentando que a situação financeira do Estado se agravou nos últimos 4 anos. A informação não é verdadeira.
Todos problemas de "caixa" que enfrentamos e advertimos que os próximos governos enfrentariam -e por isso deveriam tomar os recursos dos depósitos judiciais- derivaram de duas fontes:
-primeiro, do escorchante "acordo da dívida", feito sob o patrocínio do PMDB, durante o Governo do período 95-98, que, ao invés de prever a liquidação da mesma, proporcionou seu aumento escandaloso nos últimos quinze anos;
-segundo, derivaram, também, da pressão brutal das requisições de pequeno valor (RPVs) e dos Precatórios, pagos pelo nosso Governo, em volume muitíssimo superior a todos os demais, valores oriundos de aumentos salarias aprovados pela Assembléia e que não foram honrados pelo Governo do PMDB (Correções salariais da Lei Britto).
Afirmo que é totalmente falsa e manipulatória a informação de que, nos últimos 4 anos, a situação foi agravada pelo nosso Governo. O correto seria dizer que, no nosso Governo, se fizeram sentir os efeitos das desastradas administrações financeiras do PMDB, que nos precederam e que agora se repetem: não pagamento de direitos e tentativa de aumento de impostos..
No nosso Governo, depois de uma luta árdua, pela primeira vez, dimínuimos a dívida pública, abrindo novo espaço fiscal, para que o Estado não se paralizasse e passasse para uma nova etapa de negociação e pressão sobre o Governo Federal.
Tarso Genro - ex-Governador do Estado."
fonte:  https://www.facebook.com/tarsogenro